segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Personalidades de Araguari – muitos eu conheci

Muitos araguarinos importantes são desconhecidos por nós araguarinos. Quem faz a história de uma cidade é quem vive nela e trabalha por dias melhores. Conheça alguns araguarinos ilustres.
• Eli Ribeiro, meu pai (12/06/32 - 21/09/02), ferroviário, estudou na Escola de Comércio e lecionou História no Colégio Estadual Professor Antônio Marques, formou-se em Direito na UFU (1977).
• Afif Rade, libanês de Jebrayel-Akkar, radialista esportivo, comerciante pioneiro, dirigiu a Gazeta do Triângulo.

• Aluísio Nunes de Faria, jornalista, do Jornal de Araguari.
• Alberto Garcia, meu avô materno (30/07/1910 - ), que segundo Geraldo Tonini Jr é um ícone da retidão e da simplicidade, figura impoluta.

• Antonio Gebhardt, “photógrafo”, profissional da arte de fotografar, sem qualquer tecnologia, deixou registrada para a história a vida de Araguari desde 1920 (blog Ponto de Vista).
• Arcênio Paranhos Lopes, professor aposentado e ex-diretor da Escola Profissional Ferroviária.
• Augustinho Ferraz Lima (“Paizinho”), foi chefe da Caldeiraria da Estrada de Ferro Goiás.
• Cairo Gomes e Cairo Guedes, meus professores de Matemática e Português, respectivamente.
• Cândido Arruda (Candinho), técnico em contabilidade de empresas locais e do Banco Real.
• Carlos Lindberg da Silva, diretor do colégio estadual Prof. Antonio Marques, uma celebridade.
• Delermando Veloso de Araújo, vice-prefeito de Araguari (1997), médico do hospital São Sebastião.

• Dona Rola e "Tião da Rola",vendeiros (comerciante) símbolo de uma época, ao lado de Fábio (Fabinho), Zinho, Dino, Odilon, João Rezende e Zé dos Passos.
• Dona Yolanda Marques, professora de Português; e Katy Belém, professora de Francês que partiu precocemente (soyeux bienvenue au ciel, ma institutrice!); além de Delba Tonini, é claro!(Sugestões do Geraldo Tonini Jr, que segundo ele, a lista é imensa, a quem deseja prestar uma homenagem a essas pessoas que marcaram sua vida).
• Dr. Calil Porto, estudioso da história de nossa Araguari.
• Fausto Fernandes de Melo, prefeito municipal de Araguari.
• Geraldo França de Lima, professor, advogado, romancista, contista e poeta, nasceu em Araguari, ocupa a Cadeira n° 31 da Academia Brasileira de Letras, descoberto por Guimarães Rosa em sua casa.

• Geraldo Gomes, português, metalúrgico e um coração enorme cheio de histórias e conhecimentos científicos.
• Geraldo Tonini, comerciante descendente de italianos, dirigiu a máquina de beneficiar arroz e uma quitandaria ao lado de sua esposa, D. Amália, e seus filhos, Maristela, Delba, Zélia, Maria Amália e Geraldinho, meu grande amigo de infância e irmão (um gênio), geólogo que hoje trabalha na Petrobras.

• Geraldo Vieira, considerado o Mestre da Fotografia em Araguari e região, fotografou o casamento de meus pais, em 1953.
• Dr. Hamilton Tadeu, delegado de Polícia da Comarca de Araguari.
• Hermeleno José de Souza, metalúrgico aposentado, trabalhou 26 anos na antiga Estrada de Ferro.
• Hermenegildo Veloso, meu professor de Português do colégio estadual Prof. Antonio Marques.
• Hueda Maméri (pronuncia-se Ruêda), comerciante, pai da professora Mirna Maméri.
• João Borges, alfaiate, ferroviário, foi goleiro do Araguari Atlético Clube.
• Karim Daher de Melo, comerciante, fundador da fábrica de guaraná Estrela, jogou no time do Araguari Atlético Clube, ao lado de Michel Rade, Pacu, Pacuzinho e outros astros do futebol.
• Lázaro Henriques, bancário (Lavoura e Comércio), criou e dirigiu o time do Cruz Preta, onde joguei.
• Lutero Vieira e Líbia Vieira (irmãos), seguidores do reverendo Noé na Igreja Presbiteriana Central.

• Mário Ferreira da Silva, técnico em eletrônica, kardecista, grande torcedor do Araguari Atlético Clube.
• Mário Nunes, ex-servidor da Estrada de Ferro Goiás, embaixador da imprensa regional, jornalista e cidadão honorário de Araguari, correspondente do jornal Estado de Minas e do Estadão, nasceu em Estrela do Sul-MG.

• Michel Rade, comerciante, da família do libanês Afif Rade, jogou no Araguari Atlético Clube.
• Miguel Domingos de Oliveira, nasceu em Araguari em 1929, onde foi vereador por um mandato e prefeito por dois, iniciou sua carreira no Banco do Brasil.
• Mirna Maméri, dirigiu o Grupo Escolar Padre Lafaiete, onde fiz o curso primário. Mais tarde, dirigiu o Colégio Bueno Brandão de Uberlândia, para onde mudou-se.
• Napoleão Rodrigues Borges, empresário, advogado, dirigiu a Cooperativa da Estrada de Ferro Goiás Ltda.
• Onofre Ferreira de Castro, cirurgião dentista de renome em Araguari e região.

• Os irmãos Odair, fabricante de carrocerias de madeira e Pombo, mecânico, pai de Romerinho, nosso amigo de infância.
• Osvaldo Aleixo, marceneiro e criador de canários e periquitos do reino, um guerreiro sereno escudado por sua família.
• Oswaldo Pieruccetti, advogado do Banco do Brasil em Araguari; prefeito de Araguari (1948/52); presidente do Banco de Crédito Real MG, prefeito de B. Horizonte (2 mandatos 1965/67 e 1971/75).
• Oswando dos Santos Monteiro, da Louçadada, referência como empresário e desportista.
• Padre Lafayette de Godoy, foi vereador da Câmara Municipal de Araguari no biênio 1888-1889, deu origem ao nome da escola onde cursei o primário.
• Padre Nilo Tabuquini, grande articulador político, cuidava dos pobres, distribuía roupas e alimentos e fez história em Araguari – inclusive a de que teria largado a batina para casar-se.
• Padre Wilson Falcomer, austero, foi meu professor de Geografia no colegial.
• Rubens Lopes, o Rubão, empresário da Joiarte Ótica, junto com o amigo Lairton, me deram meu 1° emprego, aos 12 anos de idade. Rubão, dinâmico, foi presidente do CDL e vereador de Araguari.
• Teodolino Pereira de Araújo, coronel, foi prefeito de Araguari.
• Vasco Rodrigues da Cunha (Dr Vasco), médico e fazendeiro, com quem minha mãe (Ruth) trabalhou nos tempos de moça.

8 comentários:

maveroteca disse...

Grande e querido amigo-irmão: parabéns pelo seu blog!
Acrescentaria a essa lista de araguarinos por ora pouco lembrados a figura impoluta de seu avô, Alberto Garcia, um ícone da retidão e da simplicidade; o português Geraldo Gomes, metalúrgico e um coração enorme cheio de histórias; Osvaldo Aleixo, marceneiro e criador de canários e periquitos do reino, um guerreiro sereno escudado por sua família; os irmãos Odair e Pombo, pai de Romerinho; Dona Rola e Tião, vendeiros símbolo de uma época, ao lado de Fábio, Zinho, Dino, Odilon e Zé dos Passos.
A lista é imensa, e gostaria de finalizar com uma homenagem a duas professoras que marcaram minha vida (além de Delba, é claro!): Dona Yolanda Marques, professora de Português, e Katy Belém, professora de Francês que partiu precocemente (soyeux bienvenue au ciel, ma institutrice!).
Um abraço fraterno, e inté!
Geraldinho

Blo Geraes disse...

Sugestão ótima e bem recebida, serão acrescentados agora mesmo. E obrigado por ter gostado e comentar o blog. Estará sempre às suas ordens e espero poder publicar seus poemas nele tbém. Abc.

Maria Goretti disse...

Parabéns pelo BLOG. Após anos fui passar reveillon em Araguari. Revi tantos amigos e lugares, estou aqui buscando informações/fotos de tudo que possa me remeter aos bons e felizes anos. Conheço e também fui aluna de muitos citados por você, cresci ouvindo alguns daqueles nomes.Estudei no Sagrado Coração, Aluna de Irmã Modestina, Cassia, Irmã Merice ( severa), No João Pedreiro (Otimo)Pfa Yolanda, Katy Belem. Tbm no estadual, querido Prof Diretor Carlinhos com seu sempre belo terno MARROM, Hermenegildo,Bernardino Senna e tantos tantos. Sou Administradora em Brasília, orgulhosa de ser Araguarina.Saudosa de tantos que não poderiam faltar: Sr Quita e D. Fia, lendário apontador da Goyas, pais de belas Moças, estudantes do Regina Paccis e Estadual, frequentadoras da Igreja Santa Terezinha e que sabiam organizar as melhores tardes de "Brincadeiras" dançantes (rosto colado era o máximo).
Woninho, Piloto de Locomotivas da Rede Ferroviária, leiloeiro que com sua Espôsa Domícia (Professora) organizavam as procissões e Festas de Santa Terezinha.Frei Guido Icarinne direto da itália para celebrar nossas missas de domingo. Frei Genaro,bravo nos passava os maiores corretivos,mas de grande coração.Estou entusiasmadíssima e FELIZ encontrar seu BLOG. Se me permitir faremos contato e trocaremos lembranças.Talvez até nos conheçamos. Um Novo Ano Abençoado com saúde,Paz,Sabedoria e Amor. Parabéns e mto Sucesso.
MGoretti

Anônimo disse...

Meu pai Geraldo Tonini(Geraldinho) e demais Sinto muito orgulho dele...DAILE OS TONINI

LedaT.M.Ricardo disse...

Padre Nilo não abandonou a batina para se casar. Ele celebrou minha primeira Eucaristia e faleceu de infarte ainda novo.
Moro em Santa Catarina,atualmente,mas passei minha infância e adolescência em Araguari.

Elizabeth disse...

Hoje, moro à 33 anos em Paris...mas,guardo em mim, lembranças maravilhosas de minha infância e adolescência vividas em Araguari, por isso volto sempre!

Regina disse...

Boa Noite, prezado Ricardo.
Meu nome é Regina Stela e minha família era de Araguari, no período aproximadamente de 1972 a 1908. Tenho muito orgulho dessa cidade que considero também como minha. Meus laços vão de Araguari até Goiás. Tenho realizado várias pesquisas e estudos sobre as cidades, porque atualmente estou escrevendo a biografia da minha família. Minha bisavó era Carolina Pires e minha avó, Auristela Pires (mais tarde foi acrescentado ao seu nome o sobrenome Estillac Leal). Minha avó teve sete filhos, todos em Araguari.
Caso possa colaborar em alguma coisa na minha pesquisa, ficaria eternamente grata. Qualquer fonte de referência que encontre, por favor me envie e eu irei em busca.
Muito obrigado
Regina Stela Stilac

Unknown disse...

Muito bem! Mas algumas personalidades de Araguari ficaram de fora desta lista hein!